5 temperos para você conhecer e impressionar na cozinha!

Publicada em: 17/10/2019 18:15

Se aventurar na cozinha não tem a ver somente com novas receitas, usar novos ingredientes em receitas que você já costuma fazer pode ser uma ótima forma de inovar no cardápio do dia a dia!

Uma boa dica para mudar o sabor dos seus preparos é usar novos temperos! Ervas e especiarias dão o toque especial a qualquer receita e experimentando novos condimentos você dará ao seus pratos novos sabores e aromas!

Confira 5 temperos diferentes que o CyberCook selecionou para você!

- Sálvia:

salvia/cyberook

Ótima para enriquecer o sabor de massas e legumes, tem grande uso na cozinha italiana. Mas vale saber: é sempre bom usar com o apoio de um outro ingrediente gorduroso, como manteiga e azeite, e sempre, sempre fresca. 

É bom ter em mente também que a sálvia possui um sabor muito forte e marcante, então nada de exagerar e muito cuidado ao usar ela in natura. O maior ponto positivo é que ela vai bem com tudo, de vegetais à carne suína na brasa, passando por frutos do mar, pães e muito mais preparos. Uma boa dica para começar a inserir essa erva no seu menu pessoal é arriscar uma massa fresca banhada na manteiga de sálvia.

- Cardamomo:

cardamomo/cybercook

Se você está pensando em aromatizar sua receita, esse é um nome que você não pode deixar passar. As sementes de Cardamomo são bem indicadas para composição de sais aromáticos, para saborizar caldos e molhos e pode estar presente também na sobremesa. O sabor dessa especiaria é bastante forte, então use com cuidado. Utilizar uma semente inteira em muitos casos é mais que o suficiente. Ao triturar, opte por quantidades ainda menores para não extrapolar. Mas quando usado na quantidade certa garante sabores incríveis a preparos como o Crème Brûlée, molhos para carne ou peixes e também para aromatizar o seu café.

Uma curiosidade sobre o cardamomo é que ele é uma das especiarias utilizada para fazer o mundialmente conhecido Curry em pó.

- Estragão:

estragao/cybercook

O estragão pode ser encontrado e utilizado de duas formas, com suas folhas frescas ou secas. A diferença de utilização é basicamente associada à disponibilidade da folha fresca para consumo. Em locais afastados das áreas de plantio a folha fresca é bem difícil de ser encontrada.

O sabor do estragão é adocicado, se aproximando da erva doce e tem, também, uma leve picância que pode dar aquele toque especial no seu prato. Independente de usar as folhas secas ou frescas, o estragão é recomendado para utilização em finalizações, adicionando somente na etapa final do preparo. Boas opções de utilização são: Ensopados de carne, frango, conservas, preparação de molhos ou para simplesmente saborizar azeite.

- Dill:

c[dill/cybercook

Muito comum na culinária escandinava, o Dill (ou Endro, como também é conhecido), é uma erva que também garante aos preparos que o incluem um sabor único e bem marcante.

As folhas de Dill são bastante delicadas e tendem a perder um pouco do sabor quando desidratadas. Existe a possibilidade de usar também as sementes secas, mas nesse caso, elas devem ser adicionadas à receita logo no início do preparo para que ela possa ter tempo de liberar os sabores e aromas. Na hora de escolher a combinação, é sempre bom optar por uma marinada para frutos do mar, utilizar em queijos mais suaves, adicionar a uma receita de creme azedo e vai muito bem também como um complemento de receitas de sopas e caldos.

- Alfavaca:

alfavaca/cybercook

A alfavaca é uma erva silvestre daquelas que tem mil e uma utilidades, mas por enquanto vamos focar na sua utilização como tempero. Na cozinha, a alfavaca pode ser confundida com o manjericão pela sua semelhança, já que os dois são da mesma família e ela também pode ser conhecida como manjericão-de-folha-larga, nome que ressalta a sua principal diferença quando comparado ao queridinho da cozinha italiana.

A alfavaca é rica em diversos tipos de vitamina como a K, C, B9 e A, além de outras características que a fazem um adicional muito saudável, além de saboroso para uma variedade enorme de receitas. Podemos utilizá-la como marinada de peixes (asim como o dill), molhos, sopas, tempero para carnes etc. Uma dica que pode ser útil é a substituição do manjericão pela alfavaca nas suas primeiras experiências, assim, com o tempo, você ganhará mais confiança em utilizá-la em outras receitas.

Então, já conheciam ou já experimentaram algum desses temperos? Experimente e compartilhe o que achou!

Avalie:

Comente:

Quanto tempo você levou para preparar esta receita?

:

Você achou: