CyberCook
Mercado online
Minhas Recompensas Carrefour

Início

Receitas

Saladas

Salada de Abacaxi com Acelga e Repolho

Salada de Abacaxi com Acelga e Repolho

vegana
vegetariana
diet
sem glúten
sem lactose
(0) Avaliar receita

Preparo

5 min

Calorias*

58,98kcal

Porções

8

Por porção

R$1,26

A acelga é um vegetal super saboroso e nutritivo. Rico em fibras, a acelga tem ação anti-oxidante, anti-inflamatória e anti-cancerígena. Além disso, o vegetal ajuda a controlar os níveis de açúcar do sangue. E sabe o que é o melhor? É um vegetal que pode ser aproveitado em diversas receitas. Confira!

Ingredientes

icone panela

Como Fazer

  • 1. Picar tudo miudinho e misturar.

  • 2. Tempere a gosto.

Dicas

Esta receita foi um amigo que me indicou, numa reunião em que estávamos falando de comida. Resolvi experimentar e adorei. Agora faço toda semana na minha casa.

CLIQUE AQUI

Aproveite o que sobrou da receita

Petronilo Pereira Filho

por Petronilo Pereira Filho

Avalie esta receita

Recomendamos pra você

COMENTÁRIOS

Petronilo Pereira Filho

Petronilo Pereira Filho

09/11/2007

Nos anos 60 meu irmão era fiscal do Banco do Brasil e viajava muito na zona rural fiscalizando fazendas. Certo dia ele me chamou para fiscalizar um sítio distante. Saímos cedinho e nos perdemos na estrada. Quando conseguimos chegar lá, já passava do meio dia. Para nossa decepção o dono não estava, somente o caseiro. Mesmo assim foi feita a fiscalização, pois o caseiro sabia do que se tratava. Após o trabalho o caseiro nos ofereceu um cafezinho, que foi rejeitado. Ele sem entender o por que, fez algumas perguntas e chegou a conclusão de que estávamos com fome, pois tínhamos chegado tarde, só com o café da manhã. Ele foi até a cozinha e cochichou com a esposa. Na vota disse que só tinha um resto de feijão, cuscuz e ovo. Se nós quiséssemos ele mandaria ajeitar. A oferta foi aceita na hora. Ele volta à cozinha e só ouvíamos o barulho do abano atiçando o fogão de lenha. Daí a pouco o chiado de fritura. Quando fomos chamados à mesa, lá estavam uma tigela de feijão, fumegante, um prato de cuscuz de milho e meia dúzia de ovos caipira fritos, na banha de porco. O moço pediu desculpas pela comida fraquinha e a esposa, envergonhada, também deu suas desculpas alegando que eram pobres e que nós chegamos sem avisar. Comemos aquela comida e sentamos numas cadeiras de balanço para o descanso. Quando saímos agradecemos ao casal e eu falei: - Essa foi a melhor refeição que fiz na minha vida. Estava deliciosa! A senhora achou que era brincadeira minha e comentou que era muito fraquinha, sem tempero, mas eu argumentei: - Minha senhora, o melhor tempero da comida é a fome e essa era grande! Eles riram e concordaram comigo. Moral da história: “Não há comida ruim, há falta de apetite”.