CyberCook
Minhas Recompensas Carrefour

Início

Receitas

Massas

Linguine ai zucchini di mare

Linguine ai zucchini di mare

diet
sem glúten
(0) Avaliar receita

Preparo

50 min

Calorias*

250,65kcal

Porções

6

Por porção

R$8,06

Seja para aprender algo novo ou para ajeitar aquele tempero que sempre acaba ficando mais forte, as receitas do CyberCook, como Linguine ai zucchini di mare, são testadas e aprovadas por todos que tiveram o mesmo interesse que você: a cozinha do dia-a-dia! Confira todas as dicas e detalhes dessa receita de Linguine ai zucchini di mare que é uma delícia e simples de ser feita! Divirta-se, delicie-se e aprenda sempre mais!

Ingredientes

icone panela

Como Fazer

  • 1. Em uma frigideira, aqueça o azeite e o alho. Junte os camarões e as abobrinhas.

  • 2. Refogue por alguns minutos e flambe com cachaça.

  • 3. Deixe que cozinhem por 3 minutos, mexendo para não grudar.

  • 4. Corrija com sal e pimenta.

  • 5. Ponha o açafrão, mexa e adicione o creme de leite.

  • 6. Deixe cozinhar por alguns minutos e junte o parmesão.

  • 7. Enquanto isso, ferva 4 litros de água e pouco sal.

  • 8. Quando a massa estiver pronta, escorra e junte ao creme amarelado.

  • 9. Sirva em pratos fundos colocando os camarões e as tirinhas de abobrinha por cima. Enfeite com salsinha.

CLIQUE AQUI

Aproveite o que sobrou da receita

Dicas

Fonte - Jornal Hoje - Uma folia gastronômica na cidade histórica de Paraty. Chefes de cozinha de vários Estados ser reuniram neste fim-de-semana para um festival de iguarias e delícias. O desafio era preparar as receitas com algum ingrediente "da terra". E os chefes, especializados em cozinha internacional, acabaram criando pratos que dá até para fazer em casa. O frio do fim de semana não espantou os turistas da charmosa cidade histórica. Casarios e sobrados, arquitetura da colonização portuguesa, receberam chefes de todo o Brasil para a primeira folia gastronômica. Na cozinha, ingredientes como banana, melado, peixe da Baía de Ilha Grande e cachaça. No século XVIII, Paraty chegou a ter mais de 200 engenhos de cana-de-açúcar e a bebida é até hoje o principal produto da cidade. Quinze chefes de todo o Brasil assumiram cozinhas de diferentes restaurantes do centro histórico de Paraty e adaptaram a gastronomia internacional aos sabores da terra. O chefe de São Paulo incrementou a cozinha italiana. Roberto Ravióli misturou a boa massa aos frutos do mar e à cachaça dos alambiques de Paraty. Na frigideira, camarões graúdos, abobrinha e mais um pouco da cana da terra para flambar o marisco. O açafrão e a decoração do prato com molho pesto coloriram a pasta Paraty com o tom brasileiro. Na sobremesa, a banana também pega fogo com a cachaça. Estragão, canela, açafrão, leite de coco. Aromas perfumam mais uma das delícias que completaram o cardápio da folia gastronômica. “A gente tem muita coisa boa no Brasil. Muita fruta, muito peixe, muita farinha que a gente está deixando para trás. O intercâmbio dos chefes está muito forte e isso faz com que a gente possa divulgar a gastronomia brasileira com alguma adaptação italiana, tailandesa, francesa, americana com as nossas coisas", conta o Ravióli. Confira a receita na íntegra. O prato se chama

por Gilvan Chegure

Avalie esta receita

Recomendamos pra você

COMENTÁRIOS