Enviar fotos

Atenção: Imagens retiradas da internet possuem direitos autorais e estarão sujeitas a remoção caso seja comprovada a devida autoria. Dúvidas? Consulte nossos termos de uso.

Escondidinho de Charque à la Pernambucana

sem lactose·sem glúten·

Ingredientes

Como Fazer

  1. Depois de descascada a macaxeira (mandioca), corte-as em pedaços médios para facilitar o seu cozimento, coloque em uma panela alta e cubrqa com bastante água. Deixe cozinhar por aproximadamente 2 horas para que fique bem solta e mole. Teste com um garfo, assim que a macaxeira (mandioca)estiver se partindo com facilidade pode desligar o fogo. Prepare o charque enquanto a macaxeira (mandioca) esfria um pouco, deste modo: antes de colocar a macaxeira no fogo, corte o charque em pedaços pequenos e coloque-os em uma caçarola pequena com água para que o seu sal saia bastante, troque a água por 3 vezes. Assim que a macaxeira (mandioca) estiver pronta, deixe o charque aferventar um pouco na água, escorra a água e frite sem óleo ou azeite. Deixe toda a água da carne sair o calor do fogão e ir esquentando-a até fritar, se preferir adicione um pouco de azeite ou óleo para fritar melhor. Acrescente a cebola cortada em rodelas finas, até a cebola amolecer e murchar, assim ela dará um gosto adocicado ao prato. Com a carne pronta, pegue pedaços pequenos - sempre em pequena quantidade por vez - com um pouco da água da macaxeira (mandioca) que sobrou na panela e bata no liqüidificador ou no processador, até formar uma massa homogênea. Isso acontecerá rapidamente já que a macaxeira (mandioca) está bem cozida. E assim vá preenchendo um refratário sempre com 2 camadas: macaxeira (mandioca) batida, por cima, o charque com cebola, até chegar ao final do refratário onde deve prevalecer a macaxeira dando nome ao prato de escondidinho de charque, já que não se vê a carne só a macaxeira (mandioca). Como sugestão: levar o refratário preenchido ao forno com queijo ralado salpicado em cima da macaxeira (mandioca) até gratinar.
CyberCook
por   CyberCook

Escondidinho de Charque à la Pernambucana