CyberCook
Minhas Recompensas Carrefour

Início

Receitas

Aves

Galinha de Mulher Parida

Galinha de Mulher Parida

diet
sem glúten
sem lactose
(0) Avaliar receita

Preparo

4h29

Calorias*

403,01kcal

Porções

11

Por porção

R$1,54

Seja para aprender algo novo ou para ajeitar aquele tempero que sempre acaba ficando mais forte, as receitas do CyberCook, como Galinha de mulher parida, são testadas e aprovadas por todos que tiveram o mesmo interesse que você: a cozinha do dia-a-dia! Confira todas as dicas e detalhes dessa receita de Galinha de mulher parida que é uma delícia e simples de ser feita! Divirta-se, delicie-se e aprenda sempre mais!

Ingredientes

icone panela

Como Fazer

  • 1. Lave a galinha, corte-a pelas juntas e coloque em uma tigela.

  • 2. Regue com o suco de limão e deixe descansar por 5 minutos.

  • 3. A seguir, tempere com alho e sal.

  • 4. Aqueça o óleo em uma panela grande, de preferência de ferro, junte a galinha e frite por 20 minutos, mexendo sempre, ou até que espetando a carne com um garfo não saia mais nenhum líquido (procedimento popularmente conhecido como: galinha que não chora mais).

  • 5. A galinha deve ficar bem seca.

  • 6. Junte a cebola e refogue por mais 4 minutos, mexendo de vez em quando.

  • 7. A seguir, coloque 3 litros de água fervente, ou o suficiente para cobrir a galinha, tampe a panela e cozinhe por 2 horas e 30 minutos, ou até a carne ficar bem macia.

  • 8. Se necessário, junte mais água quente.

  • 9. No final, deverá ficar com muito caldo.

  • 10. Adicione a hortelã, acerte o sal e cozinhe por mais 5 minutos.

  • 11. Retire os pedaços de galinha e disponha em uma travessa.

  • 12. Se preferir, desfie a galinha.

  • 13. Para fazer o pirão, mantenha a panela no fogo e, aos poucos, junte a farinha de mandioca, sem parar de mexer, e cozinhe por 6 minutos.

  • 14. O pirão deve ficar como um mingau grosso.

  • 15. Dica para esta receita

  • 16. Comida típica do Espírito Santo, a galinha de mulher parida se espalhou pelo resto do país.

  • 17. Como o nome diz, esse prato fazia parte da dieta da mulher logo após o parto.

  • 18. Algumas comiam esse prato por 40 dias, o período de resguardo.

CLIQUE AQUI

Aproveite o que sobrou da receita

por Ana Jacqueline Bastos

Avalie esta receita

Recomendamos pra você

COMENTÁRIOS