Sopa de Legumes é janta sim, e vamos te provar o porquê

Publicada em: 11/05/2021 12:55

Hoje é dia de sopa! Dia de falar sobre, de aprender mais e de preparar um belo prato de sopa de legumes com muito sabor e praticidade.

Sopa é sim janta, e pode ser muito mais, com criatividade e os ingredientes certos, você tem a disposição uma refeição das mais saborosas e nutritivas que tem.

Então bora falar mais sobre a sopa de legumes e passar uma receita completa, com as dicas de qualidade para turbinar seu prato.

Boa leitura.

Sopa de Legumes

As Sopas nas mais variadas culturas

A sopa é um prato que divide muito as opiniões. Tem gente que ama de paixão e não pode ver a temperatura abaixo dos 25 graus que já quer fazer uma panelada. Já tem outros que não querem nem saber, a galera do “sopa não é janta” é grande também.

Na nossa opinião, tudo passa por experimentar preparos que agradem, já que a sopa de legumes é um alimento tão antigo quanto a própria civilização humana. É um prato que rende muito, alimenta muitas pessoas e tem valores nutritivos de uma refeição completa, custando muito pouco.

É difícil cravar uma data para o surgimento da sopa, o que acreditam os especialistas, é que antes mesmo da descoberta do fogo, nossos ancestrais já usavam água quente, de termas vulcânicas para amolecer legumes e até carnes mais duras, e assim poder comer.

Já na origem da palavra “sopa” há um consenso que diz vir do sânscrito, onde sû (so) significa bem e pô (pa) quer dizer alimento. Então, numa adaptação linguística, podemos entender que sopa significa comer bem.

Nome propício, principalmente considerando essa receita de sopa de legumes que trouxemos, que é a definição de comer bem.

Como fazer uma sopa de legumes e comer bem

Há sopas de legumes em várias culturas, pois um alimento que está entre nós antes mesmo do surgimento da escrita, com certeza passou por adaptações e ajustes de vários povos ao longo do tempo.

Países de inverno mais longo e rigoroso, dominaram o preparo de sopas de legumes, já que era uma forma de aproveitar os vegetais armazenados aos poucos, principalmente na estação onde não se podia plantar.

Essa sopa de legumes abaixo leva em consideração isso, a variedade de legumes para liberar o máximo de sabores no seu prato, para quebrar preconceitos de que sopa não é janta.

Venha aprender fazer e mude seu conceito com relação às sopas de legumes:

Ingredientes

  • Mandioquinha 2 unidades
  • Batata 2 unidades
  • Cenoura 1 unidade
  • Batata-doce 1 unidade
  • Mandioca 150 gramas
  • Músculo bovino 500 gramas
  • Macarrão 100 gramas
  • Extrato de tomates 2 colheres (sopa)
  • Sal a gosto

Como fazer

  1. Coloque todos os legumes e a carne na panela de pressão. Cubra com água e cozinhe por 40 minutos.
  2. Depois acrescente o macarrão, o extrato de tomate e sal a gosto. Ferva por 10 minutinhos e sirva em seguida.

O preparo em si é bem simples mesmo, o diferencial está sempre em usar bons ingredientes, então vá na feira ou quitanda e escolha os melhores e mais frescos vegetais para ter o melhor resultado. 

Esse prato também leva músculo, pois é uma carne que tem muito sabor e uma quantidade de gordura boa, o que incorpora no sabor e valoriza tudo. Sem falar que é corte super barato, assim sua sopa de legumes fica bem econômica esbanjando apenas no sabor delicioso.

E usando essa base, você pode preparar outros tipos de sopas cada uma com um diferencial delicioso, confira algumas sugestões do CyberCook:

Enfim, a sopa é saudável?

Como quase tudo na alimentação, a resposta é um alto e sonoro: depende.

Dependendo principalmente dos ingredientes que você escolhe utilizar, por exemplo, na receita acima de sopa de legumes optamos por agregar uma variedade de legumes que atendam as necessidades básicas de nutrientes e minerais. Temos carboidratos na mandioquinha e no macarrão e na proteína, o uso do músculo que é uma carne que tem menos gorduras e mais tutano e colágeno, fazendo desse preparo algo bem equilibrado em termos nutritivos.

Para sopas caseiras, temos algumas dicas para você garantir que seu prato seja mais saudável, então comece optando por legumes e vegetais dos quais você sabe a procedência, e principalmente que usem o mínimo de defensivos agrícolas. No mundo ideal o uso de orgânicos seria ótimo, mas o preço ainda é alto, então a ideia é apenas selecionar melhor. Geralmente pequenos produtores tendem a usar poucos agrotóxicos, então vale a pena comprar desses e ainda fomentar a economia local.

Nos temperos, busque sempre os naturais e não os industrializados, pois nestes há substâncias que podem não ser tão positivas para a saúde em geral. Ervas também o frescas possível e para quem tem disposição, pode fazer uma horta de ervas caseiras, plantando em vasos mesmo, é super fácil e prático.

Por fim, se quiser adicionar queijo, bacon e outras coisas para turbinar sua sopa, opte por usar pouco, apenas para equilibrar os sabores. Como tudo na vida, para ser saudável tem que ser equilibrado, tenha isso em mente e faça sopa de legumes gostosos e nutritivas.

Sopa é janta, sopa é chique, sopa é vida!

Se você ainda é do time “sopa não é janta” é hora de mudar de ideia de uma vez por todas.

No mundo todo, cada país parece ter a sua sopa carro chefe, que não só equivale por uma refeição completa, mas em muitos casos são iguarias chiques, servidas nos melhores restaurantes.

Então, pensamos em te mostrar a sopa tradicional de alguns países, para atestar que uma boa e bem feita sopa, pode não só ser uma refeição completa e gostosa, mas também pode ser a estrela de um jantar.

Rússia: Borscht

Borscht

Iniciamos o nosso tour de sopas na Rússia com essa maravilhosa sopa Borscht.

Lá é um país em que a média de temperatura é baixa, por isso o Borscht é um prato muito robusto, para que o pessoal possa se alimentar bem e aguentar os dias frios.

No preparo leva variados legumes, caldo de frango e creme de leite, o que traz uma cremosidade magnífica para esse prato.

A sua cor vermelha forte característica é por conta da beterraba, que não só dá um sabor distinto ao prato mas também o deixa bem mais rico em nutrientes.

Experimente essa sopa russa e viaje para Moscou sem sair de casa.

Itália: Minestrone

Minestrone

Saíndo da Rússia e desembarcando na Itália para uma das sopas mais tradicionais do país.

Diferente da maioria das sopas que costuma levar só macarrão, o minestrone leva também feijão, o que forma um caldo bem mais encorpado para este prato.

O segredo é cozinhar bem o feijão antes, para ficar na consistência perfeita e também acrescentar o macarrão já no final do preparo, assim fica com uma textura quase al dente, o que contrasta com os demais ingredientes, deixando o prato ainda melhor.

França: Vichyssoise

Vichyssoise

Ainda na Europa, vamos à França para conhecer a vichyssoise.

Esse prato com nome rebuscado de pronúncia difícil, não tem um preparo tão difícil assim não, pois o Vichyssoise é basicamente uma sopa de alho poró.

O sabor característico desse prato vem justamente do alho poró, então busque um de qualidade para integrar seu preparo. Essa sopa também leva creme de leite, para ficar na textura quase de caldo, com os sabores dos temperos se destacando no paladar a cada colherada.

Experimente preparar essa iguaria francesa e sinta-se um grande chef.

Japão: Missoshiro

Missoshiro

Fechamos nosso tour gastronômico pelas sopas tradicionais, indo para o outro lado no globo, na terra do sol nascente para falar do Missoshiro.

Comecemos pela parte mais difícil que é o missô, um tipo de macarrão tradicional japonês, que hoje em dia você já encontra com mais facilidade, e é importante usá-lo nesse preparo, pois tem a consistência e textura adequadas. 

É muito consumido no Japão, que assim como falamos nos primórdios do surgimento da sopa, também costumavam preparar essa massa com água das termas quentes do país, por isso atente-se ao cozimento deste prato, pois é o que faz a diferença.

Se quiser sentir o sabor tradicional do missoshiro, recomendamos não substituir os ingredientes, vale a pena investir um pouquinho mais e ter um pouco mais de trabalho para comer um prato com gosto mais próximo do consumido no país de origem.

Não vem de garfo que hoje é dia de Sopa

Então, com toda essa aula de sopa, você já tem uma ideia boa para o jantar de hoje, não é mesmo? Ainda mais com o inverno chegando, o friozinho combina demais com esse prato.

A sopa de legumes é a base para você começar a explorar esse mundo de possibilidades, e como viu, pode ir de país em país aumentando seu repertório de pratos típicos.

E se você ainda tá no time do “sopa não é janta”, dê uma chance principalmente para esse de legumes, pois sem dúvidas, quando bem feita e com os temperos certos, vai te mostrar um mundo novo de sabores.

Experimente e marque a gente nas redes sociais na hashtag #DicasCyberCook, vamos adorar compartilhar suas obras gastronômica em forma de sopas.

Bom apetite.

Avalie:

Comente:

Quanto tempo você levou para preparar esta receita?

:

Você achou: