1

Enviar fotos

Atenção: Imagens retiradas da internet possuem direitos autorais e estarão sujeitas a remoção caso seja comprovada a devida autoria. Dúvidas? Consulte nossos termos de uso.

logomarca cybercook
<< Voltar para: Receitas de Páscoa

Arroz de Carreteiro

Já Fiz

Essa receita foi feita para 20 Gaúchos aproximadamente.

Ingredientes (8)

Como Fazer

  1. 1.
    Dessalgue o charque já cortado em pequenos cubos, sem fervê-lo, colocando-o numa vasilha com água, que deverá ser trocada a cada duas horas; (+- 12 horas).
  2. 2.
    Coloque o arroz de molho, sem lavá-lo.Corte a linguiça em rodelas, frite-as e reserve sem o excesso de gordura;
  3. 3.
    De preferência numa panela de ferro ou outra de parede grossa, derreta o toucinho (bacon), e doure o alho e a cebola.
  4. 4.
    Após, coloque o charque, a linguiça já frita (opcional) e a pimenta a gosto, acrescentando +- 1 litro de água.
  5. 5.
    Deixe cozinhar no mínimo por 30 minutos, colocando em seguida o arroz.
  6. 6.
    Verifique o sal e a água, completando-os se necessário.
  7. 7.
    Sirva em seguida.
  8. 8.
    DICAS: O charque + maturado acentua o paladar e torna o arroz de carreteiro mais original; Coloque o tempero verde num recipiente para que cada um se sirva a gosto;
  9. 9.
    Não ferva o charque para tirar o sal, mantendo desta forma o gosto mais autentico; Regule o sal somente ao final, pois com a fervura do charque o sal pode se acentuar;Sirva o arroz de carreteiro assim que ficar pronto, ainda quente, e bom apetite;O arroz deve corresponder a 1/3 do peso do charque;Para cada quilo de charque, coloque uma cebola grande e dois dentes de alho;O arroz leva de 10 a 20 minutos para cozinhar, dependendo do fogo;Quanto mais tempo cozinhar o charque, mais macio fica;Verifique a quantidade de fogo, pois dependendo da panela poderá queimar o arroz.

http://www.casadagula.com.br

Por: Valmor Terres
Rendimento: 34 porções

Você pode gostar...

Arroz Doce Cremoso

Arroz Doce Cremoso

Por Maura Godoy

Bolinho de Arroz

Bolinho de Arroz

Por Marcelo Saback

Comentários (1)

Valmor Terres

No dia 20 de Setembro para nós Gaúchos comemora-se a data máxima: Revolução Farroupilha. E para comemorar a data, um dos pratos típicos além do churrasco é claro! Neste caso estou falando do Arroz de Carreteiro: Que felizmente por muitas vezes tanto meu Pai como Minha Mãe e inclusive amigos fizeram na panela de ferro para que pudéssemos ter o privilégio de comer um prato genuínamente criado por nossos antepassados. Curiosidades: Arroz de Carreteiro: Prato característico do cardápio gaúcho. Nascido da luta das estradas, seu sabor se confunde com o prazer de viver nestes pagos soberanos. (Extraído do livro de Salvador Ferrando Lamberty – “ABC do Tradicionalismo Gaúcho” , 2. Edição, Martins Livreiro Editor, 1989). Carreteiro: Aquele que conduzia as carreteadas, que era um veículo de tração animal, uma espécie de carroça puxada por bois. Os rangidos dos rodados eram a certeza do transporte do suprimento necessário para erguer-se um rancho, vanguarda dos confins das plagas do sul. Cortando distâncias, o carreteiro deixava a família e a querência. Um fiambre, contendo charque, tinha presença na mochila do carreteiro. Era o alimento protéico mais adequado para vencer a carreira das distâncias.

ArrozAmidosCarne de porcoAlhoBaconCarne secaReceitas salgadasToucinhoCharque

Arroz de Carreteiro