Receitas
  • Receitas
  • Ingredientes
  • Todo o site
  • Dicas
Todas as Receitas

Novidades

Quitutes e canapés!

 

Para alguns profissionais, o fim de ano é repleto de muitas festas e confraternizações. Mas para os banqueteiros, o ritmo de trabalho aumenta ainda mais. A agenda fica lotada de coquetéis e brunchs para festinhas das empresas.

Segundo Mônica Dajcz, o melhor horário para este tipo de evento é às 17 horas, quando a intenção é um happy hour descontraído, ou às 19 horas, para coquetéis mais elaborados, com uma boa variedade de canapés e quitutes. “O melhor é escolher oito tipo de tira-gostos”. Saladinhas com pão, ramequim, quiches, além dos enroladinhos (wraps) de berinjela são ótimas opções.

Ingredientes como cream cheese, mussarela de búfala, salmão, tomate seco, estão sempre presentes em mini-tacinhas e cumbuquinhas. Em algumas ocasiões, toques orientais também podem ser bem-vindos. “Para complementar gosto de usar o macarrão de arroz, gergelim e o nirá (erva originária do leste asiático muito parecida com a cebolinha)”.

Seja qual for a ocasião, Mônica não abre mão de ingredientes saudáveis e refrescantes, com pouca fritura. Quem compartilha a mesma idéia é Ana Gonzalez, que esteve na rede Fasano e passou uma temporada na filial londrina da escola de gastronomia Lê Cordon Bleu. Com eventos especiais no curriculum, como o casamento da atriz Fernanda Cândido e um jantar para Hebe Camargo, Ana gosta de usar um cardápio mais leve. “Canapés com queijo e ingredientes refrescantes nunca faltam. E de sobremesa, sorvetes”.

Na contramão de muitos banqueteiros, que gostam de usar flores comestíveis, ela acredita que a preparação deve ser bonita por si só, ou seja, os próprios ingredientes servem de decoração. Outro detalhe importante é o uso exagerado de cumbuquinhas e colherinhas. “Tem uma hora que a pessoa quer pegar um prato e se acomodar. Não dá para ficar segurando essas pequenas porções o tempo todo”.

Há empresas que preferem fazer a tão esperada festa no próprio local de trabalho. Para tanto contratam o serviço de catering também promovido por muitos restaurantes, como o paulistano Via Castelli. “Pratos com carne se destacam, como a picanha fatiada. Mas as pessoas pedem bastante o variado buffet de massas, principalmente o Ravioloni Branco recheado com Alcachofras e Ricota ao Molho de Tomate Seco e Espinafre”, comenta o chef Cléberson Alves de Aragão.

Fotos das receitas: Álvaro Elkis  

Matéria assinada por:
Juliana Lopes

Comente e compartilhe com os amigos do Cook Club!

Dê sua avaliação